Pular para o conteúdo principal

Reunião ASFEPAM com a equipe de transição do Governo

A ASFEPAM esteve em reunião na manhã do dia 14/12/2018 com a equipe de transição do Governo do Estado. Em quase duas horas de conversa foram expostas pela ASFEPAM questões relacionadas às necessidades, conflitos e expectativas para a próxima gestão.

Em relação à estrutura física e organizacional da FEPAM foi abordada a necessidade de motoristas, incentivo à estruturação do Sistema SOL e seus módulos, melhorar o atendimento prestado pela PROCERGS e melhorias no suporte para atender as demandas de informática e Sistemas da FEPAM. Também foi abordada a questão da possibilidade de mudança do atual prédio da sede, sendo expostas pela Associação as necessidades profissionais dos funcionários, como entrada e saída de Porto Alegre para fins de vistoria e fiscalização, bem como o atendimento ao público externo. A equipe de transição questionou sobre a necessidade de manter vinculados SEMA e FEPAM no mesmo prédio e informou que o prédio hoje utilizado é o aluguel mais caro por metro quadrado do Estado.

A ASFEPAM abordou a necessidade de maior atenção na área de gestão de pessoal, como transferência de pessoas de setores, chamamento de novos funcionários aprovados no concurso público em vigência, aposentadoria de colegas ainda no ano de 2018. Também foi abordada a Portaria da periculosidade e houve um relato por parte da ASFEPAM sobre o PPRA e como vem sendo conduzida esta questão pelas últimas gestões da FEPAM. Foi informado pela ASFEPAM sobre a necessidade da realização de uma votação para escolha de um dos diretores, técnico ou administrativo, que será definido pelo Conselho de Administração da FEPAM na sua primeira reunião do ano de 2019.

Ainda, a ASFEPAM solicitou atenção do novo Governo em relação à Convenção Coletiva de Trabalho, informando que a data base da categoria é 01 de junho e até o momento o atual Governo e o SEMAPI não haviam entrado em acordo, e que provavelmente ficaria para a nova gestão finalizar a negociação.

A equipe de transição informou que está realizando um diagnóstico da estruturação do Estado, suas Secretarias e vinculadas e que além de ouvir os atuais gestores, está ouvindo os funcionários através das suas Associações. O diagnóstico levantado será levado para outro grupo da equipe de transição, responsável pela elaboração da nova estrutura de Governo. Também informou que estão realizando um planejamento para atendimento das necessidades imediatas de cada Secretaria e suas vinculadas no início da gestão.